Workshop IR Awards Brazil 2009


Dia 27 de agosto último participei do Workshop IR Magazine Awards 2009 Brazil, promovido pelo IBRI, Revista RI e pela IR Magazine. Fui moderador do primeiro painel e, como moderador, acabei por conduzir o começo do evento, com as explicações e estatísticas apresentadas pelo Prof. Aloísio Campelo do IBRE-FGV, que conduz a pesquisa de campo para encontrar os vencedores. Várias observações interessantes, que eu vou explorar em uma próxima oportunidade, assim que tiver a apresentação do professor em mãos.

De qualquer forma, o primeiro painel deu bastante assunto. Apresentaram-se os ganhadores Itaú (branding), Cemig (melhor encontro com analistas) e Magnesita (maior evolução em RI). Não creio que seja necessário ou que eu seja a pessoa a acrescentar qualquer coisa ao prêmio do Itaú, que possui a marca mais valiosa do Brasil e um das mais valiosas do mundo. O cuidado com este ativo e o profissionalismo com que o Itaú conduz o processo pode ser facilmente observado por qualquer um, mesmo os leigos, e ficou claro na apresentação do Fernando Chacon.

O prêmio da Cemig também não é surpresa, ao menos para mim, que já tive a oportunidade de participar em minha encarnação anterior, como analista de investimentos. O encontro d a Cemig é uma feliz combinação de excelente conteúdo, compromisso do management e um local bem escolhido. Em encontros como este o perigo é se preocupar com a boa logística e instalações adequadas e acabar promovendo apenas uma festa que não adiciona conhecimento aos investidores /analistas. A Cemig encontrou a fórmula ideal para fugir deste perigo e seu encontro cria valor.

Mas a apresentação mais interessante foi, de longe, a da Magnesita. Confesso que ouço falar da companhia desde que comecei como analista, já faz vários anos. Nunca chamou minha atenção. A Adriana, relações com investidores da Cia., confirmou esta percepção, contando como os novos controladores encontraram uma empresa congelada em alguma década do século passado, ao menos no que diz respeito ao relacionamento com os investidores. O trabalho descrito pela Adriana é absolutamente magnífico, digno de se tornar um estudo de caso na academia e, em certo sentido, emocionante. Mostra como o trabalho do RI é importante e como para realizar algumas coisas não são necessárias grandes equipes ou de grandes orçamentos, mas muita vontade. Confesso que me inspirou.

Anúncios

Uma resposta para “Workshop IR Awards Brazil 2009

  1. Compartilho das observações do Moran, acrescentando a importância do evento que, antes de tudo, busca dar transparência a um evento de premiação, no momento em que debate abertamente seus critérios e expõe, convidando ao debate, aqueles que são os responsáveis pela eleição dos melhores em RI, os próprios analistas e investidores.
    Acrescentaria também a exposição feita pelo Roberto Castello Branco, DRI da Vale, que apresenta suas atividades de RI na gigante Vale, onde compartilhou até mesmo as dificuldades enfrentadas pelo RI que tem pernas em diversos países pelo mundo, tornando complexa a concatenação de todos esses acontecimentos, traduzindo-os e consolidando-os no RI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s